31/08

Passear pela vila da Praia do Forte num fim de tarde, depois de ver o pôr do sol na praia, é um dos bons momentos que o lugar oferece. As ruas de pedra são ladeadas por árvores e coqueiros e abertas somente para pedestres e bicicletas - táxis por lá só sobre duas rodas, as chamadas “bicitáxis”, que valem uma voltinha para descansar as pernas! 

Dá para caminhar sem preocupação, parando para observar as lojas de grifes conhecidas ou de produtos locais. A variedade é grande - souvenires, artesanatos, decoração, perfumaria, sabonetes, moda praia, roupas, calçados e muito mais – e cada espaço é uma tentação para quem gostar de comprar em ambientes descolados e de bom gosto. 

 

Para incrementar o bate papo, nada melhor que parar para um café, sorvete ou um gostoso beijú da Casa da Farinha. Opções não faltam quando o assunto é comer bem. De iguarias típicas a restaurantes com cozinha internacional, tem de tudo na vila. E o melhor é que, em mesa com boas companhias, a conversa segue pela noite adentro sem pressa, assim como deve ser a vida...

Cartão postal

É também na vila que você pode conhecer um dos mais famosos cartões postais da Praia do Forte, a Capela de São Francisco de Assis. O cenário é lindo, à beira mar com barcos de pesca ancorados, e muitos casais vêm de fora para casar ali, à luz da lua. 

Contam que foi construída pelos pescadores em 1900. No altar estão as imagens de São Francisco de Assis, São Benedito e Nossa Senhora da Conceição, e nas paredes telas do pintor baiano Carlos Bastos retratando a via sacra. Em torno da igreja, acontecem festas e manifestações populares que merecem ser conhecidas, como a de Ramos, das Caretas, do Reisado e da Puxada de Rede.